Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial. Cadastre-se

Como calcular e agilizar o lead time em sua indústria

28 de agosto de 2019
Gestão
Como calcular e agilizar o lead time em sua indústria

Quando o tempo entre a solicitação de seu cliente e a entrega de seu produto/serviço é previsto incorretamente, os atrasos e problemas no processo podem afetar diretamente a performance e a imagem da sua indústria, bem como seus custos com manufatura e logística. Dessa forma, controlar e otimizar o lead time é indispensável para garantir a satisfação de sua carteira e o andamento adequado de sua produção.

Claro que atingir esse objetivo não é algo simples e exige organização, controle e planejamento em todas as etapas envolvidas na entrega de suas vendas. Pensando nisso, nós preparamos esse artigo com todo o passo a passo e as principais dicas para calcular corretamente e agilizar o seu lead time!

O que é lead time

Lead time é um termo em inglês que significa “prazo de entrega”, utilizado para definir o período que um produto ou serviço leva para ser concluído e chegar até o cliente, desde a etapa de solicitação até a entrega ou prestação.

Assim, o lead time da sua indústria envolve todo o seu processo produtivo e logístico para que suas entregas aconteçam, incluindo a fase de compras de sua matéria-prima, do transporte e da implementação de seu produto final.

Como calcular seu lead time?

  1. Elenque todos os recursos e serviços envolvidos em sua produção, desde a matéria-prima e mão de obra até os equipamentos, fornecedores, transportadoras e, inclusive, sua equipe de manutenção;
  2. Identifique uma média de tempo que os seus materiais levam para chegar até a sua indústria, a partir do processo de orçamento e compra;
  3. Determine o período necessário para a fabricação de cada um de seus produtos, detalhando cada uma das etapas em horas ou dias úteis;
  4. Em seguida, avalie o tempo de realização de cada serviço, como o transporte de sua mercadoria e a manutenção de suas máquinas em caso de problemas inesperados. Quanto mais informações tiver sobre o seu processo de compras, produção, vendas e transporte, maior será o seu controle para se prevenir e planejar;
  5. Some o tempo estimado para todo o processo e calcule uma margem para casos de falhas, interrupções e atrasos em alguma das etapas.

5 Dicas para agilizar seu lead time

1. Mantenha uma carteira com múltiplos fornecedores

Ter o contato de fornecedores estratégicos em casos de atrasos e problemas na entrega de sua matéria-prima é essencial para estabelecer soluções rápidas. Com isso em mente, avalie orçamentos com fornecedores próximos e com possibilidade de pronta entrega como um plano B.

2. Conte com um estoque de segurança

Outro ponto importante para evitar ficar refém de um fornecedor é manter um estoque de segurança, especialmente se o tempo de entrega de seus produtos e sua demanda variam muito. Isso não significa que você deve manter um estoque com alto volume de materiais, mas sim com alta disponibilidade dos recursos essenciais para a produtividade da sua indústria!

Para isso, considere a sazonalidade, os históricos, as projeções de vendas e os materiais cruciais para a sua produção. Confira nosso artigo sobre esse tema e saiba como calcular o seu estoque de segurança!

3. Tenha uma margem de estoque do seu produto final

Além de manter uma margem de matéria-prima disponível para eventualidades, é importante contar com um estoque de seus produtos com maior giro. Isso, claro, levando em conta a sazonalidade e as projeções de sua produção, de forma a evitar prejuízos com produtos fora da validade e obsoletos em suas prateleiras.

O beneficiamento externo também pode ser uma alternativa para reduzir os custos de armazenamento e otimizar o controle de inventário, no entanto, o acompanhamento de todo esse processo em tempo real é fundamental para não correr riscos com atrasos em seu lead time.

4. Mapeie e otimize seus processos

Evitar atividades desnecessárias, processos meramente burocráticos, ou que simplesmente poderiam ser mais ágeis faz toda a diferença não só para a agilidade do seu lead time, como também para a redução de custos da sua indústria.

O mapeamento de todas as tarefas diárias da sua equipe é o primeiro passo para entender o que pode ser otimizado e o que pode ser replicado para outros departamentos!

5. Invista em um sistema de gestão para indústrias

A integração dos setores da sua indústria, a atualização de informações em tempo real e a automação de processos agilizam todo o seu ciclo produtivo e contribuem decisivamente para suas tomadas de decisão.

Um sistema de gestão (ERP) com foco em indústrias garante essas e outras funcionalidades essenciais para o cumprimento de suas entregas, o atendimento aos padrões de qualidade e às obrigatoriedades fiscais, bem como a redução de desperdícios e prejuízos.

Confira nosso artigo “ERP: Vantagens e funcionalidades desse sistema” e saiba mais sobre como essa solução pode te ajudar a reduzir o lead time e potencializar os resultados da sua indústria!

Comentários

Tags Relacionadas Gestão
Publicações relacionadas

Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial.

Cadastre-se