Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial. Cadastre-se

3 Métodos de controle de estoque para a sua indústria

16 de outubro de 2019
Gestão
Métodos de controle de estoque

Definir e implementar métodos de controle de estoque é um requisito básico para qualquer indústria que busca maior produtividade, qualidade e lucratividade. Afinal, todas as operações dependem diretamente da gestão de materiais.

A organização e o controle das entradas e saídas de matéria-prima garantem não só a disponibilidade de seus recursos, como a redução de prejuízos por desperdícios, retrabalhos ou atrasos nas entregas. Além disso, o seu estoque influencia na rotina de todos os departamentos da sua indústria, desde compras, vendas e produção, até fiscal e contábil.

Conheça quais são as principais técnicas e estratégias de gestão de estoque utilizadas em indústrias, e entenda como otimizar o controle de seus recursos!

Métodos de controle de estoque: Qual considerar em sua indústria?

1. MRP (Planejamento das Necessidades de Materiais)

O MRP (Material Requirement Planning) é um sistema focado na gestão da cadeia de suprimentos e no planejamento adequado da produção, especialmente indicado para indústrias que apresentam uma ampla rede de fornecedores.

Essa ferramenta tem a função de calcular e informar o que e quando produzir e comprar, viabilizando o nível de estoque adequado de matéria-prima e produtos finalizados para evitar atrasos e paradas na produção, bem como desperdícios e prejuízos.

Para isso, o MRP considera todos os componentes utilizados na fabricação de cada produto, o lead time, e a previsão de demanda futura, conforme os pedidos de venda e a programação de clientes.

2. Ponto de Ressuprimento

O Ponto de Ressuprimento, também conhecido como estoque mínimo, é um dos métodos de controle de estoque mais utilizados por indústrias que apresentam alta rotatividade de produtos.

Esse sistema considera o lote econômico, ou seja, a quantidade ideal de itens para que a produção ocorra e, a partir disso, define quando deve ocorrer a reposição de materiais.

Cada produto do seu portfólio deve seguir um Ponto de Ressuprimento específico, que pode ser estipulado em dias ou em unidades, considerando a demanda diária e a demanda média do seu ciclo produtivo.

A proposta dessa estratégia é promover o equilíbrio na gestão de estoque em sua indústria, minimizando desperdícios e os custos com estocagem. Claro que aqui também é importante considerar um estoque de segurança, de forma a evitar problemas em casos de uma demanda acima da média.

3. Revisão periódica

Mais um dos métodos de controle de estoque amplamente disseminados e reconhecidos na área industrial é o Sistema de Revisão Periódica.

Nesse modelo, os itens são repostos de forma constante, em ciclos iguais, denominados período de revisão, sempre considerando a demanda subsequente e uma margem de segurança. Esse sistema é importante para manter uma programação contínua, com melhores possibilidades de negociação com seus fornecedores.

Conte com um ERP para otimizar seu controle de estoque!

Independentemente do método de controle de estoque que seguir em sua indústria, é indispensável contar com informações confiáveis para o acompanhamento de seus recursos em tempo real. Nesse quesito, um sistema de gestão faz toda a diferença, integrando e automatizando os dados sobre a sua produção, seu estoque, suas necessidades de compras e suas previsões de vendas.

Um sistema ERP especialista em indústrias é capaz de classificar seus fornecedores, acompanhar o prazo de validade de suas mercadorias, bem como avaliar o nível mínimo de estoque que deve manter de cada produto, além de apresentar inúmeras funcionalidades que otimizam sua produção e toda a gestão da sua indústria.

Quer conhecer essas funcionalidades na prática? Agende uma demonstração gratuita do nosso ERP com um de nossos especialistas e entenda tudo o um sistema focado em indústrias tem a oferecer!

Comentários

Tags Relacionadas Gestão de estoque
Publicações relacionadas

Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial.

Cadastre-se