Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial. Cadastre-se

Como melhorar a gestão de qualidade na indústria?

19 de agosto de 2020
Gestão
Gestão de qualidade

Um dos principais argumentos comerciais de qualquer indústria é a qualidade na entrega dos produtos e serviços. A padronização de excelência da produção, de modo geral, está diretamente ligada com a organização das atividades, conformidade com as exigências sanitárias e com a gestão de qualidade que deve seguir padrões rigorosos e realistas de acordo com as rotinas industriais.

A busca pelo atendimento das normas ISO 9001 é um dos primeiros passos que uma indústria deve planejar para atender as demandas do mercado que, independentemente do segmento, costumam ser rígidas e detalhistas. Afinal, o cliente sempre terá a preferência por aquilo que melhor atenda às suas necessidades.

O controle de qualidade da produção passa por muitas questões específicas e pertinentes a cada indústria. Qualquer deslize pode ocasionar graves problemas para a planta, tanto gerenciais, quanto financeiros.

Por isso, é importante conhecer cada etapa de manufatura, segmento, clientes, colaboradores, histórico de produção e processos, visando melhorar a qualidade da produção e garantir a entrega padronizada dos seus produtos e serviços.

A seguir, nós elencamos alguns fatores que podem colaborar com uma gestão de qualidade otimizada para a sua indústria e, assim, garantir a excelência da sua marca!

5 fatores que otimizam a gestão de qualidade da sua indústria

1.    Pense no cliente em primeiro lugar

Se existe uma indústria, é porque existem clientes que consomem o que esta empresa produz. Os processos de controle de qualidade perdem o sentido se a sua planta não entrega exatamente o que o cliente precisa.

Neste contexto, a gestão da qualidade deve estar atenta aos feedbacks do público, corrigir erros de produção com a maior agilidade possível, bem como implementar as melhorias sugeridas para garantir a satisfação dos clientes.

2.    Desenvolva um plano de ação pautado em informações realistas

Os processos industriais devem ser baseados em dados concretos para qualquer tomada de decisão. Esse critério ajuda a empresa a trabalhar de forma mais assertiva, evitando gastos desnecessários e focando os esforços nas atividades mais importantes.

Os indicadores de desempenho industrial são fundamentais para avaliar os processos atuais da planta, além de promovem o desenvolvimento de melhores estratégias de produção e entrega no futuro.

3.    Mapeie as atividades

O gerenciamento de todos os recursos e atividades de uma indústria como um processo predefinido é indispensável! Essa rotina impulsiona o desenvolvimento de melhorias, otimiza as rotinas de monitoramento e favorece o controle dos indicadores que mais influenciam a cadeia de suprimentos da sua planta.

Portanto, é importante mapear de forma aprofundada todas as tarefas da rotina operacional da sua indústria. Vale lembrar que é fundamental definir estratégias e metas para melhorar o desempenho e corrigir inconformidades com a maior velocidade possível.

4.    Mantenha os colaboradores engajados

Definitivamente, o pilar central da indústria é formado pelas pessoas que trabalham nela! É essencial que os colaboradores recebam treinamentos qualificados e sejam incentivados a concluir as suas atividades com 100% de aderência às boas práticas de qualidade envolvidas em suas atividades.

É interessante que existam metas competitivas, porém saudáveis, e premiações que incentivem os colaboradores a encontrar possíveis falhas, oferecendo soluções para a produção. Valorize o intelecto e o potencial profissional dos funcionários, independentemente do nível hierárquico, e encontre capital intelectual dentro da própria empresa.

5.    Procure um ERP que otimize a sua gestão de qualidade

A qualidade é um dos principais diferenciais para as indústrias. Oferecer produtos ou serviços superiores garante que sua base de clientes se mantenha fiel e aumenta as chances de novas oportunidades de negócio surgirem por indicação. Nesse caso, contar com ferramentas que colaborem com a padronização dos processos é fundamental!

A sua indústria precisa de um sistema que elimine atividades manuais como:

  • Consultas de fichas;
  • Acesso a arquivos;
  • Informações de itens;
  • Informações de fornecedores;
  • Tabelas da MIL STD;
  • Especificações a serem inspecionadas;
  • Históricos de fornecedores;
  • Emissão de fichas;
  • Acessar e editar laudos e certificados de qualidade.

Além disso, seu ERP Industrial deve permitir a elaboração de um ranking de fornecedores, por itens e data, comutação automática entre regimes e qualidade assegurada. Essas são funcionalidades que a ABC71 pode implementar em sua indústria!

O nosso sistema também permite a criação e gerenciamento de auditorias internas e externas,  promovendo um estudo avançado de não conformidades com a ferramenta de 8D. A ferramenta traz ainda os benefícios de um banco de dados com resultados de inspeções (laudos), que possibilitam uma completa análise gerencial por meio de relatórios, gráficos, análise de desempenho de fornecedores por período e classificação ABC.

Consolidar todos esses fatores e implementá-los na indústria não é uma tarefa fácil, mas o primeiro passo é a compreensão de que essas são medidas necessárias para o crescimento da sua planta. Para saber mais sobre o assunto, entre em contato com os nossos especialistas, ficaremos felizes em ajudar a otimizar os processos da sua indústria através do nosso sistema!

Comentários

Tags Relacionadas
Publicações relacionadas

Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial.

Cadastre-se