Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial. Cadastre-se

O que é um sistema de gestão de qualidade (SGQ)?

29 de outubro de 2020
ERP, Gestão
Sistema de Gestão de Qualidade

Na medida em que uma empresa vai ganhando robustez e os seus processos passam a ser mais complexos, o acompanhamento dos padrões de qualidade fica mais criterioso e com possíveis “pontos cegos”. Diante desse cenário, empregar um sistema de gestão de qualidade passa a ser mais do que uma melhoria, mas uma necessidade.

O sistema de gestão de qualidade (SGQ) é o entendimento de quais ações e recursos uma indústria deve adotar para atingir os resultados esperados. A ISO 9001, por exemplo, é uma SGQ desenvolvida para ajudar empresas do mundo inteiro a garantir produtos e serviços em conformidade e, o mais importante, garantir a satisfação dos clientes, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas.

Um SGQ, em seu conceito básico, é bastante simples e baseia-se em alguns fatores essenciais para alcançar os padrões de qualidade almejados pela organização:

  • Reconhecer os requisitos das partes interessadas, incluindo licenças para comercialização, diretrizes, exigências do cliente e os padrões do sistema de gestão escolhido;
  • Garantir que todos os funcionários recebam o treinamento aplicável nos requisitos do sistema de qualidade;
  • Determinar os processos, a interação entre eles, bem como as entradas e saída;
  • Produzir registros ou evidências sobre o atendimento dos requisitos do sistema;
  • Mensurar, monitorar e informar o desempenho do SGQ;
  • Planejar mudanças no SGQ e tomar as medidas necessárias para lidar com riscos e oportunidades resultantes das mudanças;
  • Realizar auditoria interna para analisar o SGQ e corrigir não conformidades.
  • Melhorar continuamente o SGQ.

7 princípios do sistema de gestão de qualidade ISO 9001

Levando em consideração fatores como a experiência do cliente com a marca, a qualidade e integridade do produto, bem como as diretrizes adotadas pela organização, visando um atendimento eficiente, engajado e proativo, até a melhoria contínua dos serviços, a ISO 9001 elenca sete conceitos fundamentais para a gestão da qualidade. São eles: 

1.    Foco no Cliente

O foco principal da gestão da qualidade é atender aos requisitos do cliente e se esforçar para superar as expectativas dele. Nesse contexto, o sucesso é alcançado quando uma empresa atrai e retém a confiança dos clientes e outras partes interessadas das quais depende.

É importante entender que as indústrias dependem de seus clientes e, portanto, devem compreender as necessidades atuais e futuras deles, atender aos requisitos exigidos e se esforçar para superar as expectativas a fim de se destacar ou se manter com uma boa competitividade mercadológica.

2.    Liderança

Líderes em todos os níveis devem estabelecer uma unidade de direção e propósito, criando assim as condições necessárias para o engajamento das pessoas no alcance dos objetivos de qualidade da organização. Essa combinação de interesses possibilita o alinhamento de estratégias, políticas, processos e recursos para atingir seus objetivos.

Líderes devem fornecer comportamentos exemplares e consistentes com os valores da empresa, levando em consideração a cultura, o clima, estilo de gestão, confiança e motivação. Essa visão deve se estender para as necessidades de todas as partes interessadas, incluindo clientes, proprietários, funcionários, fornecedores, financiadores, comunidades locais e sociedade como um todo.

3.    Engajamento de Pessoas

É essencial para qualquer indústria que todas as pessoas sejam competentes, capacitadas e engajadas com a entrega dos valores da marca. Pessoas compatíveis com a cultura da empresa aumentam sua capacidade de criar valor.

Para administrar uma indústria de forma eficaz e eficiente, de acordo com o sistema de gestão de qualidade, é importante envolver todas as pessoas em todos os níveis e respeitá-las como indivíduos. O reconhecimento, a capacitação e o aprimoramento das habilidades e conhecimentos facilitam o engajamento das pessoas com relação aos objetivos da empresa.

4.    Processo de abordagem

Resultados consistentes e previsíveis são alcançados de forma mais eficaz quando as atividades são compreendidas e gerenciadas como processos inter-relacionados, ou seja, que funcionam como um conjunto de ações, atividades e decisões em conformidade.

Um sistema de gestão da qualidade é sempre padronizado. Entender como os resultados são produzidos por essa metodologia, incluindo todos os seus processos, recursos, controles e interações, permite que a indústria otimize seu desempenho e alcance resultados concretos, transmitindo sua confiabilidade e consistência às partes interessadas.

5.    Melhoria

A melhoria é essencial para uma organização manter os níveis atuais de desempenho, reagir às mudanças em suas condições internas e externas, bem como criar novas oportunidades de negócio.

O termo “melhoria contínua” foi alterado para “melhoria” com a ISO 9001:2015. A organização deve empregar uma abordagem consistente em toda a empresa para a atualização das ferramentas.

É fundamental que a indústria forneça treinamentos a todos os colaboradores sobre os métodos e ferramentas de melhoria, empregando uma abordagem consistente para promover o aperfeiçoamento de produtos e processos e estabelecendo metas de desenvolvimento profissional e liderança.

6.    Tomada de decisão baseada em evidências

As decisões baseadas na análise e avaliação de dados e informações têm maior probabilidade de produzir os resultados desejados. A tomada de decisões pode ser um processo complexo e sempre envolve alguma incerteza. Frequentemente, abrange vários tipos e fontes de entradas, bem como sua interpretação, que pode ser subjetiva.

É importante compreender as relações de causa e efeito e as possíveis consequências não intencionais de cada decisão, sejam essas decisões relacionadas com a compra de matéria-prima, mudanças na linha de produção ou mesmo comerciais, continuando ou descontinuando um determinado produto. Fatos, evidências e análises de dados levam a uma maior objetividade e confiança nas decisões que os gestores precisam tomar.

7.    Gestão de Relacionamento

O sétimo princípio do sistema de gestão de qualidade ISO 9001 é baseado no gerenciamento da relação que a indústria tem com os seus colaboradores, fornecedores e clientes, bem como na influência direta desses grupos no desempenho de uma indústria.

Administrar o relacionamento com suas partes interessadas é fundamental para garantir um impacto positivo no desempenho geral da sua empresa. Nesse cenário, o relacionamento com os seus fornecedores e rede de parceiros deve receber a devida atenção, afinal, a proximidade dessa relação pode favorecer a abertura de negociações e o acesso a condições comerciais diferenciadas, que beneficiem ambas as partes.

De todos os sete princípios que abordamos até aqui, o quinto -(melhoria) é o que costuma ser mais lembrado dentro de qualquer empresa, principalmente pela nomenclatura anterior “melhoria contínua”. No entanto, a gestão da qualidade não deve ser pautada apenas por esse fator e a continuidade é um conceito que deve ser empregado em todos os métodos do SGQ.

Para gerenciar o sistema de gestão de qualidade da sua indústria com o máximo de eficiência, é essencial contar com um ERP que forneça as ferramentas necessárias para a otimização dos processos e acompanhamento dos resultados da sua planta. A ABC71 pode te ajudar, e basta entrar em contato com os nossos especialistas em indústrias para saber quais soluções podem ser implementadas em seu negócio!

Comentários

Tags Relacionadas sistema de gestãosistema ERP
Publicações relacionadas

Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial.

Cadastre-se