O que é ERP para indústrias?

Antes de pensar na contextualização do ERP na indústria, é essencial entendermos o que é ERP de fato! Em inglês a sigla vem do termo Enterprise Resource Planning, que traduzindo significa Sistema Integrado de Gestão Empresarial. Contudo é necessário ir muito além do significado da sigla, visto que cada empresa desenvolvedora pode variar nas funcionalidades do sistema, afinal, existem diversas e diferentes necessidades para cada tipo de empresa e funcionalidades específicas (além das básicas) que estes sistemas devem atender. O nosso sistema, por exemplo, é desenvolvido e constantemente atualizado para gerenciar todas as atividades das indústrias.

O que é ERP 01

Como surgiu o ERP?

A base do ERP como o conhecemos hoje tem o seu início na década de 1960. Naquela época o conceito era aplicado à gestão e controle de estoque no setor de manufatura, quando os engenheiros de software desenvolveram os primeiros programas para monitorar o estoque, reconciliar saldos e relatar o status. Esses sistemas evoluíram e, na década de 1970, se consolidaram como sistemas de Planejamento de Requisitos de Materiais (MRP) para programar processos de produção. Na década de 1980, o conceito do MRP cresceu para executar mais processos de fabricação, levando muitos a chamar essa evolução de MRP-II ou Planejamento de Recursos de Fabricação. Em 1990, esses sistemas cresceram e outros processos operacionais focados em funções de BackOffice, como contabilidade e recursos humanos, prepararam o terreno para o ERP como o conhecemos hoje.

A integração de processos em função do negócio

Quando pensamos nos vários processos que são essenciais para o funcionamento de uma indústria, incluindo gerenciamento de estoque, pedidos, contabilidade, recursos humanos, gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) e vários outros. Em seu nível mais básico, um software ERP integra essas várias funções em um sistema completo para otimizar processos e informações em toda a organização.

A característica central de todos os ERPs é a presença de um banco de dados compartilhado que suporta múltiplas funções usadas por diferentes unidades de negócios. Na prática, isso significa que os funcionários em diferentes setores, por exemplo, contabilidade e vendas, podem confiar nas mesmas informações para suas necessidades específicas. A ABC71 desenvolve soluções sistêmicas que cobre todas as necessidades básicas da sua empresa.

O que é ERP 02
O que é ERP 03

ERP é sinônimo de informação e automação

Nutrir bancos de dados e planilhas de forma manual para gerar relatórios é uma atividade que demanda muito tempo e que pode ser facilmente automatizada. Um ERP permite que a equipe extraia relatórios de um sistema, por exemplo, com os pedidos de vendas fluindo automaticamente para o sistema financeiro e, sem qualquer digitação manual, o departamento de gerenciamento de pedidos pode processar os mesmos com mais rapidez e precisão, possibilitando que o setor financeiro feche os livros com mais velocidade e segurança. Outros recursos comuns de um sistema integrado incluem um portal ou painel para permitir que os funcionários compreendam rapidamente o desempenho da empresa em suas principais métricas.

Quais benefícios um ERP oferece para a indústria?

Como função básica, a missão de um ERP é ajudar os seus colaboradores a executar as suas tarefas com mais eficiência, eliminando obstáculos entre um setor e outro, otimizando a comunicação e o compartilhamento de informações vitais para a indústria. Algumas soluções promovidas pela implantação de um ERP são:

Automação de processos

Automatização das principais funções administrativas da indústria, diminuindo o tempo de preenchimento e processamento de informações.

Segurança fiscal

Diminui drasticamente os riscos de irregularidade fiscal e financeira de uma planta, fornecendo suporte digital padronizado e atualizado com as obrigações legais vigentes.

Dashboards dinâmicos

Visão global e em tempo real de informações estratégicas e essenciais para tomadas de decisão que melhorem os resultados da indústria, tanto em processos, como em questões comerciais.

Precificação otimizada

Possibilita a configuração de modelos de custeio da produção. Informações parametrizadas norteiam o planejamento, controle da produção, custeio e valorização dos produtos acabados.

Um ERP não é garantia da erradicação das principais ineficiências de um negócio! A indústria precisa adaptar a sua cultura organizacional e os colaboradores devem entender todas as vantagens que a implantação de um novo sistema traz para as suas rotinas e para a empresa Quando a empresa reluta em abandonar processos antigos e incompatíveis com o software, os sistemas de gestão integrada geralmente não conseguem atingir os objetivos que influenciaram sua instalação em primeiro lugar. Alguns gestores também relutam em abrir mão de softwares antigos que funcionavam bem no passado, portanto, além de treinamentos que evidenciem as vantagens de um ERP para o seu setor, é fundamental que as falhas dos sistemas antigos sejam expostas em comparação com a nova solução proposta.

Ficou alguma dúvida sobre o que é ERP?

Você ainda tem alguma dúvida sobre o que é ERP? Nós podemos te ajudar a entender o conceito, as funções e os benefícios da implantação de um sistema de gestão integrado em sua indústria. Clique no botão abaixo e entre em contato com a nossa equipe especializada nas rotinas industriais e saiba como o nosso ERP pode contribuir com seu negócio.

Falar com um especialista em indústria