Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial. Cadastre-se

Big Data: como gerenciar seus dados através do sistema ERP

5 de agosto de 2021
ERP, Gestão
big data

Mesmo quem não está tão habituado ao universo da tecnologia, já deve ter ouvido falar sobre Big Data e as vantagens que esse conceito vem trazendo para o mercado como um todo. Um sistema ERP é capaz de contribuir para que o Big Data se torne uma realidade na sua empresa. 

Atualmente, vivemos a era dos dados. Todas as interações que fazemos no ambiente online, seja nas redes sociais (como Instagram e Facebook), em um e-commerce ou marketplace são mapeadas e viram uma sequência numérica que identifica um comportamento. 

Sabe quando estamos buscando por um determinado produto na internet e depois vemos anúncio dele nas redes sociais (ou mesmo de seus concorrentes)? Isso não é coincidência. Trata-se de um mapeamento dos dados de consumo para oferecer opções de compra para o usuário. 

Mas como fazer a coleta e organização desses números? E como eles são gerados dentro do meu site? Essas são dúvidas muito comuns, afinal, quem não quer ter informações valiosas sobre o desejo do consumidor? A boa notícia é que é possível contar com um sistema de gestão ERP – e até mesmo CRM – para fazer a organização desses dados. E o Big Data se relaciona totalmente com isso.

O que é Big Data?

O Big Data é a coleta e análise de um banco de dados em grande volume para tirar insights macro e micro sobre segmentos da economia e até mesmo de uma marca específica. Para colocar isso em prática, é necessário contar com ferramentas que tragam as informações gerenciadas, já que os dados vêm de forma não-estruturada, em uma velocidade muito rápida.

Em relação à não estruturação dos dados, é importante ter em mente que o Big Data não traz dados uniformes e que tenham relação entre si. Pode ser desde um post no Facebook até a geolocalização do usuário. Ou seja, não necessariamente existe uma conexão direta entre essas informações e, por isso, fazer a leitura e organização desses insumos é tão importante. 

Fazer uso do Big Data na empresa ajuda a ter um entendimento muito maior do seu cliente e da persona que seu produto visa atender. É uma das maiores vantagens que a transformação digital trouxe para o mundo dos negócios, já que agora a tomada de decisões é mais certeira. 

Vamos pensar de maneira prática sobre a contribuição dos dados para sua empresa:

Imagine que você tem um produto que é bastante acessado no seu site. Você consegue ver tanto os acessos como o tempo de permanência que um usuário ficou na página deste bem de consumo. No entanto, a taxa de compras é baixíssima em relação a outros produtos. 

A partir desse dado, é possível fazer várias perguntas. Será que meu produto está muito caro? Ele tem todas as funcionalidades que meu cliente pode querer? Eu estou atendendo o público certo?

Essas e outras dúvidas podem ser respondidas a partir do estudo dos dados. Nesse contexto, uma equipe de Business Intelligence pode ser bastante útil para trazer os insumos e transformá-los em oportunidades de negócios. 

Como funciona o Big Data?

Muitos dados em poucos segundos: essa pode ser a melhor definição para o funcionamento do Big Data. Isso porque todas as interações feitas online geram dados, mesmo uma pausa para ler determinada informação em uma página é capaz de criar um mapa de calor mostrando seu tempo de permanência. 

Para se ter uma ideia, de acordo com o Instituto Gartner, até 2020, cerca de 40 trilhões de gigabytes de dados foram gerados no mundo. Isso significa 2,2 milhões de terabytes de novos dados por dia.

Além disso, o infográfico abaixo, mostra o impressionante volume de dados gerados por minuto em 2020, revelando importantes insights sobre entretenimento, hábitos e costumes dos usuários.

Nesse sentido, podemos dizer que o funcionamento do Big Data acontece pela geração de dados não estruturados. Mas, para se tirar o máximo proveito deles, é importante contar também com o fator humano para fazer análises acuradas e trazer, com isso, insights importantes. 

 Como aplicar o Big Data usando um ERP?

Um sistema de gestão integrado ajuda sua empresa a fazer a coleta de dados e a estruturação automaticamente disponibilizada em dashboards sobre a situação do seu negócio. 

Vamos usar um exemplo comum: o uso do ERP para controle de estoque. Se um produto está vendendo acima da média, essa informação é coletada no sistema e pode oferecer verdadeiros insumos para diferentes áreas – do operacional até marketing e financeiro. 

A vantagem é que sua empresa pode lidar com um volume de dados moderados e organizados, que podem ser consumidos a qualquer momento pelo seu time. A área de negócios também pode fazer uso das informações coletadas para trazer novas estratégias e fazer a integração desses números internos com o mercado. 

O ponto principal é que uma boa organização dos dados é o melhor jeito de tirar proveito do Big Data. Um sistema de gestão fornece esse cruzamento entre todas as áreas de uma empresa e, por isso, pode ser valioso para geração de oportunidades de negócios.  

A ABC71 foi pioneira na oferta de ERP para a Indústria, com sistemas personalizáveis e robustos para controlar toda a operação e fazer a organização dos dados. Quer conhecer mais sobre as vantagens de utilizar uma ferramenta de gestão integrada na sua empresa? Entre em contato e solicite um orçamento!

Comentários

Tags Relacionadas
Publicações relacionadas

Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial.

Cadastre-se