Agilidade nas movimentações, gerenciamento de custos e margens.

Inspeção de materiais e calibração de equipamentos de medição.

Gestão Industrial 01

Skip Lote e Qualidade Assegurada: uma boa prática para diminuir inspeções na fábrica.

Materiais comprados ou produzidos que não necessitam de inspeção 100%, podem ser analisados através de sorteio no recebimento ou na linha de produção da fábrica. O módulo de Inspeção da Qualidade permite que todos os resultados finais de inspeção fiquem registrados no sistema, gerando uma base histórica que pode ser utilizada como fonte estatística para o recurso de sorteio de lotes que intitulamos de Skip Lote e Qualidade Assegurada. Quanto maior o número de lotes aprovados, maior a confiança nos fornecedores e no processo fabril permitindo que inspeções sejam feitas com menor frequência gerando aumento da produtividade do departamento de qualidade.

Validando o Certificado de Calibração.

É fundamental para as indústrias que equipamentos usados na medição de peças na fábrica estejam sempre com a calibração em dia e por uma questão de custo benefício esses equipamentos são enviados para terceiros que são laboratórios de metrologia com essa expertise.

O módulo de Metrologia tem papel importante na etapa de validação do certificado que é emitido pelo laboratório para comprovar que a calibração foi realizada.

O metrologista poderá anexar no sistema esse documento e a partir de tolerâncias de aceitação pré-definidas e do lançamento dos resultados das faixas de medição do certificado do instrumento, o ERP irá aprovar ou reprovar o equipamento para uso de forma automática.

Gestão Industrial 01
Gestão Industrial 01

Avaliação de Fornecedores: uma das chaves para um produto e serviço de qualidade.

Avaliar fornecedores é uma prática muito comum nas indústrias para medir a qualidade de cada empresa em vários aspectos como por exemplo qualidade do produto, suporte, prazo de entrega e certificações. Inclusive esse ponto faz parte do descritivo para atender muitas normas como por exemplo a IATF 16949:2016.

No módulo de qualidade do no nosso ERP Industrial é possível criar fórmulas variáveis para realizar essas medições, uma fórmula de PPM (parte por milhão) por exemplo. Com isso, o responsável por essa tarefa pode emitir relatórios indicadores de todos os fornecedores por um período determinado para análise e inclusive enviar diretamente do sistema esses indicadores.

Movimentação de instrumentos na fábrica: Como fazer?

Industrias de grande e médio porte tem instrumentos circulando na fábrica a todo momento nos processos produtivos. Mas como realizar o controle de movimentação desses equipamentos?

Com o módulo de Metrologia, o metrologista poderá controlar essa movimentação via ERP partindo de uma forma simplista que é o termo de responsabilidade digital até um formato mais automatizado que o empréstimo e devolução de equipamentos via código de barras.

Os benefícios de sistematizar esse controle são agilizar o processo e ter a informação exata do setor e caso necessário do operador que está de posse do instrumento. Esse controle digital mais rígido evita quebras e extravios de instrumentos, caindo o custo de manutenção e compra de novos instrumentos.

Gestão Industrial 01
Gestão Industrial 01

Certificados de Qualidade e Laudos de Inspeção: documentos essenciais para controle da área de qualidade.

Empresas que fazem parte da cadeia de fornecimento para montadoras são ótimos exemplos de industrias que possuem rigorosas inspeções durante todo o processo produtivo. Isso porque o produto ou serviço que está sendo vendido para o cliente deve sempre buscar a melhor qualidade e trabalhar com taxa de defeitos beirando a zero.

O módulo de Inspeção irá permitir registrar todos os testes necessários na entrada das matérias primas e as inspeções finais dos produtos produzidos, não permitindo o consumo ou até mesmo venda de itens que não estejam em de acordo com suas respectivas especificações. Todo o histórico é mantido pelo sistema podendo ser consultado a qualquer momento através de laudos e certificados de qualidade que podem ser enviados para o cliente.

Como justificar a alteração de frequência de calibração dos instrumentos?

Industrias de grande e médio porte tem instrumentos circulando na fábrica a todo momento nos processos produtivos. Mas como realizar o controle de movimentação desses equipamentos?

Existem muitas dúvidas na determinação da frequência de um equipamento. Levar em conta o manual do fabricante e o processo em que o equipamento será usado são de grande importância para obtenção dessa informação.

Tendo uma frequência base e um histórico de calibrações, o nosso ERP Industrial irá usar uma ferramenta importante para auxiliar a manutenção da frequência de calibração: a Estatística. E ela será representada por um estudo chamado Schumacher. Com ele o metrologista terá dados para diminuir, manter ou aumentar a frequência de calibração. Isso evita calibrações desnecessárias e como consequência otimiza o tempo dos recursos da área de metrologia, diminuindo o custo das calibrações internas e também externas no caso de calibração realizada por laboratórios terceiros.

Gestão Industrial 01

Conheça nosso ERP Industrial e saiba como ele pode ajudar na gestão da sua indústria

Agende uma demonstração