Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial. Cadastre-se

5 passos para implantar o planejamento estratégico em micro e pequenas empresas

12 de julho de 2017
Gestão
planejamento estratégico

Um planejamento estratégico permite que ideias e procedimentos sejam traçados para alcançar um objetivo maior, seja ele consolidar sua empresa, atingir metas ou sair do vermelho. Para micro e pequenas empresas, entretanto, esse processo representa muito mais do que uma vantagem competitiva. Pronto para entender melhor como (e por que) aplicar isso no seu negócio?

planejamento estratégico
Planejamento estratégico como questão de sobrevivência

A principal peculiaridade de micro e pequenas empresas é a relevância do crescimento. Muito mais do que um objetivo, o crescimento é o fator decisivo entre sobreviver ou não.

Ao contrário do que se pensa, boas práticas e medidas inteligentes são só o início tímido do desenvolvimento real de uma pequena empresa. Se essas ações não forem de alguma forma alinhadas, ou seja, organizadas de forma estratégica, a maior parte de seu potencial é desperdiçado.

Justamente por isso, o planejamento estratégico é tão importante para esse tipo de empresa, mesmo que muitos pensem o contrário por achar que micro e pequenas empresas não tem o “porte” necessário para esse tipo de planejamento.

Estabelecida a importância dessa prática, vamos entender melhor os passos para delinear seu planejamento estratégico.

planejamento estratégico
Formalize suas práticas

Um conselho até que comum para micro e pequenas empresas, a formalização de práticas é o primeiro, mas não menos importante, passo para atingir nível estratégico.

Práticas comuns como misturar o planejamento financeiro pessoal e o planejamento financeiro da empresa, ou contar com familiares para operações importantes podem não parecer tão prejudiciais assim, mas são negativas e causam instabilidade nos seus processos.

Sem o estabelecimento explícito de processos e a formalização das práticas, seu planejamento estratégico não tem nem “como”, nem “quando”, nem “onde” – ou seja, não se estabelece e não gera resultado.

planejamento estratégico
Descentralize as decisões

É comum sentir que você é o único que tem autoridade para tomar decisões relacionadas à sua empresa, afinal, você é o que mais conhece as necessidades e objetivos do seu negócio, certo?Nem tanto. A centralização das decisões pode ser eficaz para as atividades do dia-a-dia, mas significa muito pouco para a evolução real do seu negócio, e pode ser a derradeira da sua empresa em momentos de adversidade.

Isso porque, queira ou não, mesmo as menores empresas lidam com diversos processos. Administrar esses processos é papel do gestor, mas não se pode esperar expertise em cada um deles de uma pessoa só.

Você pode, ao mesmo tempo, conhecer e entender seus processos de produção e marketing, mas profissionais específicos que cuidem exclusivamente de cada uma dessas áreas provavelmente terão mais conhecimento para tomar decisões mais assertivas – e estratégicas.

Cabe a você orientar e alinhar essas decisões ao seu planejamento estratégico.

planejamento estratégico
Estabeleça um objetivo principal

De certa forma, as etapas 1 e 2 são complementares ao estabelecimento de um objetivo principal. Tanto o desenvolvimento quando a execução do seu planejamento estratégico só são possíveis uma vez que a formalização dos processos e a hierarquização das decisões tenham sido desenvolvidas.

Uma empresa pode ter diversos objetivos, uma vez que sejam adequadamente escalados conforme sua importância. Por exemplo, melhorar o atendimento pós-venda e atingir uma meta de novos contatos podem ser os objetivos do período, mas com certeza algum dos dois representa maior importância.

Seus objetivos também devem ter um foco preciso e prático. “Aumentar as vendas em 20%”, por exemplo, é um objetivo vago. O que, efetivamente, faria suas vendas aumentarem em 20%? Quais os departamentos, ações, investimentos e funcionários envolvidos nessa meta? Uma vez que esses fatores estejam estabelecidos, você terá uma visão muito mais clara do planejamento estratégico integrado necessárias para atingir seus objetivos.

planejamento estratégico
Atualize-se

Outro conselho clássico, mas que não recebe atenção suficiente é dar a importância necessária a atualização tecnológica de processos, sejam administrativos, de produção ou venda.

Num mercado onde cada vez mais micro e pequenas empresas surgem (e desaparecem), seu produto ou serviço com certeza não será o único com as funcionalidades que você oferece. Processos inovadores e atualizados são uma das únicas garantias de valor competitivo para sua empresa, e são parte principal de um planejamento estratégico que resista a períodos de adversidade.

planejamento estratégico
Adapte-se

Uma vez que você tenha estabelecido seus processos e objetivos de forma assertiva, esteja pronto para mudá-los a qualquer momento, conforme a movimentação do mercado.

Esqueça a ideia de que mudar seus objetivos representa fraqueza e insegurança – a estagnação é um dos principais fatores que levam a falência, seja de microempresas ou multinacionais. Entenda o mercado, adapta-se a ele.

Quer saber mais sobre o processo de gestão de micro e pequenas empresas? Conheça nosso Guia de Gestão.

botao_link_artigos

Comentários

Tags Relacionadas GestãoGuia de Gestão para Micro e Pequenas Empresasplanejamento estratégico
Publicações relacionadas

Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial.

Cadastre-se