Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial. Cadastre-se

Controle orçamentário: Dicas e estratégias para a sua indústria

15 de abril de 2019
Gestão
Controle Orçamentário: Dicas e Estratégias para a sua indústria

Em meio à competitividade do mercado, o controle orçamentário é uma estratégia indispensável para a sobrevivência e o crescimento de qualquer empresa. No caso de uma indústria, o poder aquisitivo e a adequação financeira permitem investimentos e melhorias em equipamentos, materiais e na capacitação de profissionais, por exemplo, agregando valor à marca e melhores resultados para o negócio.

Agora, como manter todas as contas e despesas sob controle, garantir a estabilidade do setor financeiro, e ainda destinar uma parcela relevante para investimentos e aplicações? Nesse artigo, vamos explicar o conceito e os benefícios de um controle orçamentário apropriado, além de como aplicá-lo à realidade da sua indústria!

O que é um controle orçamentário e qual é a sua importância?

Vemos muitos gestores lidando com o controle orçamentário de suas indústrias de maneira equivocada, resumindo-o a uma tarefa de planejamento e validação, sem etapas de acompanhamento e previsões após a aprovação da diretoria. No entanto, se estamos falando em controle, a definição de metas e a análise dos indicadores não podem ser deixados de fora desse processo, concorda?

Um controle orçamentário coerente e assertivo tem o propósito não só de delimitar as finanças do seu negócio, como também avaliar se o que foi planejado está realmente sendo realizado, considerando o momento econômico, as prioridades e as necessidades da sua indústria.

Assim, a partir disso de históricos, previsões e informações atualizadas em tempo real, o seu controle deve te ajudar a avaliar:

  • Previsto x realizado
  • Despesas x receita;
  • Custos x lucro do produto ou serviço;
  • Revisões necessárias nos orçamentos de cada setor;
  • Planos para a otimização de lucros e eliminação dos desperdícios

Essa estratégia promove novas oportunidades para a gestão financeira da sua indústria, eliminando possibilidades de erro e fraude, além de garantir maior transparência e embasamento para a tomada de decisão.

5 Dicas para o seu planejamento e controle orçamentário

1. Estabeleça um planejamento palpável

Um controle orçamentário eficiente requer um planejamento eficiente. Assim, o primeiro passo é listar e analisar os gastos do último trimestre, além das projeções futuras para organizar todas as entradas, saídas e aplicações.

O planejamento de seus orçamentos deve, acima de tudo, ser coerente e fundamentado, envolvendo dados palpáveis, ao invés de suposições e expectativas.

2. Defina metas realistas

Estimar um volume de vendas improvável e um crescimento muito distante do padrão pode direcionar a sua indústria por um caminho arriscado. Além de poder causar desânimo e frustração em seus colaboradores, metas que não condizem com a realidade do seu negócio e são demasiadamente otimistas não te ajudam a entender os verdadeiros resultados da sua gestão financeira, nem mesmo a garantir o controle de suas finanças.

Portanto, sempre considere seus objetivos e perspectivas para o cenário econômico da sua indústria a partir do equilíbrio entre o pessimismo e o otimismo!

3. Acompanhe seus dados

As falhas e os desvios em um controle orçamentário acontecem principalmente em decorrência de três fatores: o descuido e a negligência na coleta dos dados financeiros, a falta de análise e atualização periódica das informações, bem como a falta de revisões e ajustes conforme a necessidade.

Um controle financeiro apropriado demanda disciplina e comprometimento. Toda movimentação, independentemente do valor, precisa ser devidamente registrada, de forma a garantir transparência e a identificação de todas as despesas, além de evitar problemas nas prestações contábeis e fiscais, como o SPED Contribuições.

4. Transforme as informações em ações estratégicas

Não basta coletar e analisar seus dados financeiros, é preciso transformá-los em um plano de ações, seja corretivo, preventivo ou estratégico! Com isso em mente, sempre encare o controle orçamentário como uma oportunidade, e não como perda de tempo ou mera burocracia.

Os seus indicadores podem te ajudar a traçar o melhor caminho até os objetivos da sua gestão, além de proporcionar uma visão 360º sobre o desempenho econômico da sua indústria.

5. Conte com um ERP

Um sistema de gestão especializado em indústrias pode te ajudar de forma decisiva em todas as etapas e estratégias do seu controle orçamentário, desde o planejamento e definição de metas, até a análise de dados e o estabelecimento de novas ações!

Isso porque um ERP garante a qualidade e atualização em tempo real de todas as suas informações. Além disso, esse modelo de sistema oferece funcionalidades importantes para o setor financeiro, responsáveis por simplificar e otimizar as atividades, análises e decisões da área.

O sistema de gestão para indústrias da ABC71, por exemplo, possui um módulo específico para o controle orçamentário, que elabora os orçamentos por centros de custos e conta contábil para cada período.

A partir da configuração de todas as transações e regras de negócio envolvidas, o ERP também possibilita total controle dos gastos, exigindo a aprovação de qualquer despesa. Dessa forma, há também maior segurança em qualquer movimentação e alteração no orçamento.

Confira todas as funcionalidades desse módulo e entenda na prática como o sistema de gestão da ABC71 pode te ajudar com o controle orçamentário da sua indústria!

Comentários

Tags Relacionadas controle
Publicações relacionadas

Não perca nenhuma novidade! Receba nossos artigos e materiais e fique preparado para os desafios da gestão industrial.

Cadastre-se