ITW do Brasil investe no ERP Omega da ABC71

ITW do Brasil investe no  ERP Omega da ABC71

Com foco na conquista do mercado, garante agilidade dos processos e rapidez na tomada de decisão

A ITW é uma multinacional presente em mais de 50 países que atua com sete divisões de negócios: transportes, energia e eletrônica, equipamentos de alimentos, produtos de construção, polímeros e fluídos, superfícies decorativas e outras inovações. Recentemente, a empresa estruturou a sua entrada no mercado brasileiro e, desde então, iniciou o trabalho por meio de uma linha de produtos especiais de três marcas: Hi-Cone (carregadores de bebidas), Zip Pak (zíper para embalagem plástica na área alimentícia) e Norwood (fitas e equipamentos de codificação para atender a legislação brasileira nos produtos alimentícios, como validade, etc).

Para expandir os negócios no país, a empresa resolveu investir em um software de gestão que pudesse oferecer as informações contábeis de forma confiável e com fechamento em tempo hábil. De acordo com o controller da ITW do Brasil, Paulo Paes, o ERP Omega, da ABC71, foi escolhido por ser utilizado em outra empresa do grupo e apresentar um custo-benefício bastante satisfatório.

“Sempre tivemos dificuldade em reunir as informações gerenciais de forma ágil. Nosso objetivo, com a implantação do ERP Omega, era conseguir fazer os relatórios e balanço do negócio até o 3º dia útil do mês. Hoje, já tenho esses dados no 2º dia útil, o que tem proporcionado mais rapidez na tomada de decisão e definição do nosso plano de negócio”, afirma Paes.

“Organizamos o trabalho da empresa já utilizando o ERP Omega e, com isso, foi possível realizar a concepção e planejamento do negócio de forma eficiente”, diz o controller. Atualmente utilizam os módulos Administrativo e Industrial (Financeiro, Faturamento, Vendas, Contas a Pagar, Contas a Receber, Custo, Contabilidade, Produção, Logística, Lotes, além dos Relatórios Gerenciais).

O processo de implantação, segundo o controller, foi tranquilo. “Já participei como usuário em outros projetos e, por isso, conciliei o cronograma com o tempo dos profissionais envolvidos. Esse planejamento foi importante para termos um trabalho focado”, avalia Paes.

A empresa tem a intenção de continuar investindo no ERP Omega. “Estamos planejando com o consultor a implantação de outros módulos, como o de Qualidade, MRP (Manufacturing Resource Planning) e, para o próximo ano, o de FCI (Ficha de Conteúdo de Importação)”, diz o controller.